Morreu músico Hortêncio Langa, um dos mais marcantes de Moçambique

por Lusa

Hortêncio Langa, um dos mais marcantes músicos moçambicanos, morreu na segunda-feira em Maputo vítima de doença, aos 70 anos, anunciou a família.

Em mensagem de pesar divulgada hoje, o Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, considerou Hortêncio Langa "exímio e talentoso compositor e intérprete de música de vários géneros".

"Ao longo da sua vida, brindou os moçambicanos com um riquíssimo reportório musical, versando sobre vários temas sociais e políticos, eminentemente educativos, em palcos nacionais e internacionais", refere Filipe Nyusi na nota.

Com uma carreira que se prolongou durante 50 anos, Hortêncio Langa é um dos músicos mais expressivos de Moçambique, tendo-se destacado como membro da banda Alambique e feito parte de vários projetos musicais.

A sua criação musical é caraterizada pela fusão entre vários ritmos, apostando numa lírica com forte intensidade poética e presença expressiva de guitarra, instrumento de que era tocador prolífico.

Além de músico, era docente de música na Escola de Arte e Cultura (ECA) da Universidade Eduardo Mondlane, a maior de Moçambique, escritor e artista plástico.

Tópicos
pub