Quatro mulheres apresentam Festival Eurovisão da Canção em Lisboa

| Cultura

|

Catarina Furtado, Sílvia Alberto, Filomena Cautela e Daniela Ruah vão ser as apresentadoras do Festival Eurovisão da Canção que se realiza em maio, no Altice Arena. É a primeira vez que Portugal acolhe este evento, depois da vitória inédita na edição de 2017.

Estão revelados os nomes das apresentadoras da 63ª edição do Festival Eurovisão da Canção. Quatro mulheres, das quais três apresentadoras do universo RTP - Catarina Furtado, Sílvia Alberto e Filomena Cautela - e ainda atriz portuguesa Daniela Ruah.


Com o slogan All Aboard!, a final vai contar com a participação de 42 países e realiza-se a 12 de maio no Altice Arena, em Lisboa. Antes, as semi-finais acontecem a 8 e a 10 de maio.

Enquanto país organizador após a vitória na edição de 2017, com a canção Amar Pelos Dois, interpretada por Salvador Sobral, a concorrente portuguesa ficará diretamente apurada para a final do evento.


A 30 de novembro, a primeira vaga de bilhetes para a final esgotou em menos de uma hora. A 20 de dezembro, os bilhetes colocados à venda para três diferentes espetáculos também esgotaram.

A RTP escolhe a 50ª representante de Portugal na grande final em duas semifinais, a decorrerem nos dias 18 e 25 de fevereiro nos estúdios da televisão pública em Lisboa. A final da edição portuguesa acontece a 4 de março no Multiusos de Guimarães.

O Festival Eurovisão da Canção realiza-se desde 1956 e reúne canções dos vários países da Europa, com o número de participantes a crescer com o passar dos anos. Portugal participou pela primeira vez em 1964 com a canção Oração, de António Calvário, que não recebeu qualquer voto. Antes de Salvador Sobral, a melhor participação portuguesa datava de 1996 com a canção "O Meu Coração Não Tem Cor", cantada por Lúcia Moniz, que alcançou o sexto lugar.

Tópicos:

Festival, Portugal, Eurovisão,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Girl Move Academy existe há quatro anos com o objetivo de criar uma geração de mulheres líderes.

    Em entrevista à RTP, o paquistanês Ahmad Nawaz recorda o ataque de 2014 a uma escola de Peshawar.

    Fotografias da autoria do artista berlinense Martin Dammann lançam luz sobre o lado mais obscuro da Wehrmacht.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.