Um bairro árabe descobre-se num passeio a pé pelas ruas da capital

por Diana Palma Duarte - RTP

Hajer Khadler é tunisina e depois de viver muitos anos em Paris mudou-se para Lisboa tendo encontrado na capital inúmeras semelhanças com o seu país.

Os passeios pela "Lisboa islâmica" estão a ser dinamizados na rede social Instagram e é lá que são marcados através da conta @bairroarabe.
Hajer não é uma guia turística oficial mas documentou-se o suficiente para encantar a plateia que a acompanha nas ruas e caminhos mais antigos da lisboa árabe.
Sabe histórias dos tempos da permanência islâmica que ainda estão marcadas nas paredes, nas portas ou nos miradouros da zona mais antiga da capital.
.
A entrada dos apelidados "mouros" deu-se há mais de mil anos mas até hoje as suas marcas mantém-se entre nós.
Fazem parte da nossa língua e remontam à história dos descobrimentos.

pub