Bruxelas propõe abertura de negociações de adesão com Albânia e Macedónia

| Economia

A Comissão Europeia propôs hoje ao Conselho (Estados-membros) a abertura de negociações de adesão com a Albânia e a Antiga República Jugoslava da Macedónia, dados os progressos alcançados por estes dois países dos Balcãs Ocidentais.

"Hoje, a Comissão recomenda que o Conselho abra negociações de adesão com a Albânia e Antiga República Jugoslava da Macedónia", anunciou em conferência de imprensa a Alta-Representante da União Europeia para a Política Externa, Federica Mogherini, após a reunião do colégio do executivo comunitário, em Estrasburgo, à margem da sessão plenária do Parlamento Europeu.

A recomendação da Comissão Europeia surge no quadro da adoção do "pacote anual do alargamento", com relatórios com análise detalhada aos progressos feitos ao longo do último ano pelos seis "parceiros dos Balcãs Ocidentais" e ainda a Turquia.

Mogherini, que hoje mesmo viaja para os Balcãs, comentou que, "dos seis parceiros dos Balcãs Ocidentais, dois, Montenegro e Sérvia, progrediram bem nas negociações", referindo-se àqueles países com os quais a UE já iniciou negociações com vista à sua futura adesão ao bloco europeu (em 2012 no caso de Montenegro e em 2014 no caso da Sérvia).

A chefe de diplomacia da UE indicou então que, à luz dos progressos já realizados, a Comissão recomenda que também sejam oficialmente abertas negociações com Macedónia e Albânia, que obtiveram o estatuto de candidatos respetivamente em 2005 e 2014.

Por outro lado, acrescentou, o executivo comunitário está também a trabalhar "para uma opinião sobre a candidatura da Bósnia-Herzegovina" (que submeteu a sua candidatura em fevereiro de 2016) e disse que prossegue o trabalho com o Kosovo, reafirmando que a Comissão tudo fará para "a normalização das relações entre Belgrado e Pristina".

Mogherini reafirmou o "compromisso claro e inequívoco" da UE para com a região e sublinhou a importância da realização da cimeira UE-Balcãs Ocidentais, em 17 de maio, na Bulgária.

"Estamos a preparar com a presidência búlgara a cimeira UE-Balcãs Ocidentais, em Sófia. Não é sobre alargamento, mas ainda assim será um momento muito importante para a região", disse, referindo-se a uma cimeira na qual participará também o primeiro-ministro, António Costa.

Tópicos:

Albânia Macedónia Estrasburgo, Balcãs Ocidentais, Belgrado, Jugoslava, Macedónia,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.