Cuba e China assinam acordos para investigações de minerais, de petróleo e gás

| Economia

Cuba e China pretendem cooperar em investigações minerais e na elaboração de um mapa geoquímico da ilha para detetar novos depósitos de petróleo e gás.

Após a assinatura em Havana, na terça-feira, de um memorando de entendimento sobre a cooperação científica e técnica em ciências entre o Serviço Geológico da China e o Instituto de Geologia e Paleontologia de Cuba, o vice-presidente da instituição da China, Wang Yanm explicou que o memorando engloba projetos de cooperação para investigar minerais como zeolite, níquel e cromo, bem como a possibilidade de estabelecer geoparques em Cuba.

A colaboração inclui o intercâmbio de informações científicas e técnicas, visitas de estudo, pesquisas individuais, organização de simpósios, conferências e workshops, projetos conjuntos, entre outros

O diretor-geral do Serviço Geológico Cuba (IGP), Luis Gómez Narbona, disse que o memorando foi assinado para se estabelecer ajuda mútua e para começar com a elaboração de um mapa geoquímico de Cuba.

Cuba e China mantêm estreitas relações políticas e económicas, nas quais o país asiático se destaca como um dos principais aliados do país caribenho.

A ilha procura relançar a sua exploração de petróleo, tanto em águas profundas e rasas, com a ajuda de capital estrangeiro para reduzir a sua dependência energética do exterior, mas também devido à crise venezuelana.

Segundo estimativas, nos últimos dois anos, a Venezuela reduziu para metade a quantidade de petróleo para a ilha - até 55 mil barris por dia - devido à crise económica e à queda nos preços dos combustíveis.

Tópicos:

Geologia Paleontologia, Havana,

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.