Empresa de Oliveira de Frades recuperou "quase a cem por cento"

| Economia

Um ano depois de ter tido as suas instalações destruídas pelos incêndios, a empresa de Oliveira de Frades Iberoperfil, que será visitada na segunda-feira pelo Presidente da República, "está pronta para retomar a liderança", disse hoje o administrador.

"Onde os outros viram dificuldades, nós vimos uma oportunidade. Queremos manter a liderança do mercado nacional [de perfis postformados] e ter uma presença mais forte na Península Ibérica", disse Alberto Henriques, que é também administrador da MinerCell, outra empresa do grupo, mais pequena, destruída pelos incêndios de 2017.

Alberto Henriques garante que Marcelo Rebelo de Sousa vai encontrar "uma empresa quase a cem por cento", um ano depois dos incêndios que provocaram prejuízos na Iberoperfil e na MinerCell a rondar os 30 milhões de euros.

Apesar de ter sido forçada a fazer uma paragem de quase seis meses, a Iberoperfil conseguiu fazer face às encomendas graças à subcontratação de outras empresas, mantendo assim uma presença forte num mercado em que era líder.

O administrador garante que, apesar do "processo doloroso", foi possível manter os postos de trabalho de mais de 200 pessoas. "Houve as entradas e as saídas normais nesta atividade", assegura, lembrando que a empresa é um dos principais empregadores do concelho.

A reconstrução das instalações, recuperação e compra de novos equipamentos foi feita com o dinheiro dos seguros, que foram ativados logo ao seguir aos incêndios. Até agora, a empresa não recebeu qualquer dinheiro do programa Repor - Sistema de Apoio à Reposição da Competitividade e Capacidades Produtivas, uma das medidas de apoio às empresas afetadas pelos incêndios.

"Só apresentámos a candidatura ao Repor, a rondar os 20 milhões de euros, depois de concluídas as negociações com as companhias de seguros, como manda a lei", explica o administrador, que espera que as verbas do programa venham cobrir investimentos que já estão no terreno.

Alberto Henriques tem palavras de agradecimento para as entidades que acompanharam a empresa nesta caminhada para a recuperação. A começar pelo Presidente da república, cujo exemplo "obrigou" o Governo a agir mais rapidamente no apoio às populações e às empresas.

"Será uma honra receber o Presidente nas nossas instalações", refere, destacando também a solidariedade do povo português. Tem ainda palavras de agradecimento para a Câmara de Oliveira de Frades - "foram fantásticos" - e de confiança para a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, pelo apoio na candidatura ao Repor.

Tópicos:

Frades, Reposição Competitividade,

A informação mais vista

+ Em Foco

Entrevistada no Telejornal, a ministra da Saúde admitiu que reunir o consenso do PSD "não foi algo que tenha passado pelas preocupações do Governo".

A fronteira entre a Irlanda do Norte e a República da Irlanda continua a ser a maior dor de cabeça interna de Theresa May.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.