Portugal antecipa pagamento de empréstimos do período da Troika

por RTP

Portugal paga hoje um reembolso antecipado de dois mil milhões de euros ao Fundo Europeu de Estabilização Financeira - um pagamento pelos empréstimos concedidos durante ao período da Troika.

A antecipação vai permitir uma poupança em juros acumulada na ordem dos 120 milhões de euros. Os empréstimos em causa venciam em 2025 e 2026.

O Tesouro aproveita as atuais condições de mercado mais favoráveis, em que a dívida pública portuguesa tem vindo a registar juros em mínimos históricos.

Este reembolso antecipado também permite reduzir os pagamentos nesses anos, que estavam especialmente concentrados.