Rádio regional perdeu a torre emissora em Vila Nova de Poiares

por Lusa

Vila Nova de Poaires, Coimbra, 19 out (Lusa) - A rádio regional Mundial FM ficou com o centro emissor "totalmente destruído", em Vila Nova de Poiares, no distrito de Coimbra, na sequência da passagem da tempestade Leslie pelo concelho, informou hoje a sua direção.

Desde domingo que a Mundial FM está sem emissão em toda a região que abrange (do sul de Aveiro a Fátima), depois de a torre de emissão, com 81 metros de altura, bem como antenas, cabos e suportes, terem ficado destruídos devido à tempestade Leslie, disse à agência Lusa o diretor da rádio, Nuno Soares.

Os prejuízos no centro emissor, situado na Serra do Carvalho, situam-se na ordem dos 47 mil euros, esclareceu.

"O nosso coração, que era a torre, está morto. Não temos como emitir", lamentou Nuno Soares.

A rádio está agora a tentar angariar o valor necessário para repor a torre, visto que o seguro não cobre esta situação, tendo aberto uma conta para o efeito (Novo Banco - PT50 0007 0000 0042 8260 6272 3).

Segundo o responsável, a rádio regional ainda procurou uma solução provisória, nomeadamente a distribuição a partir de uma torre num concelho vizinho, mas a Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) não permitiu essa mudança.

"Somos um órgão de comunicação social pequeno, tendo na transmissão publicitária a nossa única fonte de receita, sendo por isso impossível alcançar num curto espaço de tempo o valor necessário para conseguir o valor para regressarmos ao FM", sublinha a rádio, num comunicado emitido hoje.

Nessa mesma nota, a Mundial FM salienta que o drama ainda é maior, face à possibilidade de os empregos dos seis trabalhadores que asseguram a emissão diária daquela rádio poderem estar em causa.

Segundo Nuno Soares, a resposta dos ouvintes tem sido bastante positiva, com pessoas "a depositar cinco euros, outras 250 euros. Há boa vontade".

"Tínhamos todos os dias 300 a 400 chamadas no ar", vinca o responsável da rádio.

A Mundial FM existe há três anos resultando da aquisição da antiga rádio local Santo André, de Vila Nova de Poiares.

A tempestade Leslie provocou 28 feridos ligeiros, 61 desalojados e quase 1.900 ocorrências comunicadas à Proteção Civil, de acordo com o balanço desta autoridade.

Dos 61 desalojados, 57 são do distrito de Coimbra.

Tópicos
pub