Região do Ave investe 7,2 ME no combate ao insucesso escolar

| País

A Comunidade Intermunicipal do Ave vai investir 7,2 milhões de euros no combate ao insucesso e abandono escolar, 433.000 dos quais em Mondim de Basto, onde hoje foi apresentado o plano apoiado por fundos europeus.

"Temos 7,2 milhões de euros para ajudar a combater estes dois flagelos. No caso concreto de Mondim de Basto, que é o município mais pequeno da CIM do Ave, temos 433.000 euros", afirmou o presidente da Câmara, Humberto Cerqueira, em declarações à Lusa.

O autarca explicou que se trata de um projeto financiado a 85% pelo Norte 2020, o que, frisou, "significa que o município vai ter de fazer um esforço de 65.000 euros do orçamento da câmara".

Para Humberto Cerqueira, é "um esforço que se justifica pela dimensão dos problemas" e porque a autarquia não quer "ficar desligada da escola".

O investimento hoje anunciado inscrever-se-á no Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar do Ave, que compreenderá os oito municípios daquele território, nos próximos três anos.

O plano contemplará 22 projetos, nove dos quais intermunicipais e nove municipais. Contratação de recursos humanos e aquisição de equipamentos e materiais estão previstos no plano de ação.

Naquela região, foi hoje divulgado na sessão realizada na escola secundária da localidade, com a participação de vários professores, a taxa média de retenção e desistência no ano letivo de 2014/2015 foi de 8,4%, no nono ano de escolaridade. Em Mondim de Basto, essa taxa atingiu os 15,46%.

A taxa de alunos do oitavo ano de escolaridade com pelo menos uma nota negativa no Ave foi de 35,05% e em Mondim de Basto de 41,59%.

Foi com base neste e noutros indicadores do território que foi definido o plano de ação para os próximos três anos, um trabalho articulado entre as várias autarquias e os estabelecimentos de ensino.

À Lusa, o presidente da Câmara recordou que o insucesso e o abandono escolar é um problema nacional e que as comunidades intermunicipais "aproveitaram as oportunidades" do atual quadro comunitário para "definir uma estratégia e depois conseguir arranjar recursos para implementar um plano de combate".

Humberto Cerqueira disse esperar que o conjunto de projetos pensados para este plano possa ser eficaz no combate a um problema sério que a região e o concelho ainda apresentam, apesar dos enormes progressos alcançados nas últimas décadas, frisou.

O presidente da Câmara sinalizou a importância que o seu município dá ao plano hoje divulgado e defendeu que "já passou o tempo em que as comunidades educativas viviam desligadas das autarquias".

"Hoje os municípios são chamados a novas competências e novas atribuições, mas não há nenhum município do país que consiga fazer o desenvolvimento do seu concelho se se desligar de um setor estratégico como é a educação", concluiu.

Tópicos:

CIM Ave, Humberto Cerqueira, Integrado, Intermunicipal, Mondim Basto,

A informação mais vista

+ Em Foco

Veja ou reveja aqui os debates na RTP com os candidatos às presidências das câmaras municipais das 18 capitais de distrito de Portugal Continental. A série é transmitida até 14 de setembro.

    Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A Antena 1 fixa o país em duas dezenas de retratos no caminho para as eleições autárquicas.

      Sem possibilidade de receber os ordenados em euros ou de pagar as contas em Portugal, muitos recorrem ao mercado negro para trocar dinheiro.

      É portuguesa a única equipa do mundo que faz o despiste genético de cancro do estômago. Os investigadores viram agora renovado o financiamento.