`Startup´ Infraspeak vence prémio do jovem empreendedor da ANJE

| Economia

Um `software´ de `Facility Management´ que simplifica e torna mais eficientes os processos de manutenção, auditorias, `housekeeping´ e pequenas obras em infraestruturas da `startup´ Infraspeak venceu hoje o prémio do Jovem Empreendedor da Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE).

Com esta vitória, a Infraspeak conquista 36 mil euros em prémios, sendo 20 mil num `prize money´, 10 mil num conjunto integrado de apoios ANJE e seis mil em serviços PwC.

Numa cerimónia que decorreu esta noite no Palácio da Bolsa, no Porto, o presidente da ANJE, Adelino Costa Matos, referiu que a Infraspeak é a "materialização" das características e do perfil que um vencedor do prémio do jovem empreendedor deve apresentar, tal como inovação, tecnologia e contribuição direta para a otimização de processos e performance num produto de rápida e fácil escalabilidade.

"É, por isso, com satisfação e expetativa elevada que a ANJE, em conjunto com o IEFP [Instituto de Emprego e Formação Profissional] e a PricewaterhouseCoopers Portugal, vão financiar e contribuir para o desenvolvimento e a expansão da empresa tecnológica com valor acrescentado para aportar ao mercado", salientou.

A Infraspeak é uma `startup´ fundada por Felipe Ávila da Costa e Luís Martins, sedeada no Porto.

A empresa recorre às mais recentes tecnologias (sensores, NFC, apps, web e APIs) para tornar mais simples e eficiente a gestão de infraestruturas e a assistência técnica (manutenção, auditorias, housekeeping, HACCP ou pequenas obras).

A `startup´ tecnológica, com 14 pessoas, já tem dois anos de existência no mercado, operando no Brasil, Angola, Sérvia e Reino Unido.

Na gala foi ainda atribuído o primeiro ScaleUp Portugal Award -- Tech à Veniam, sedeada no Porto, que constrói e opera redes de internet veiculares nas cidades, aumentando a cobertura de `wireless´ e permitindo coletar terabytes de informação sobre os espaços urbanos.

Esta competição distingue a melhor entre as `venture-backed scaleups´ ou negócios de crescimento acelerado na área tecnológica que tenham mais de 500 mil euros em receitas e um milhão de euros angariados em financiamento.

"A Veniam é um indesmentível caso de sucesso nacional de boa aplicação da tecnologia, com impacto direto na sociedade e no tecido empresarial em três níveis distintos", entendeu o presidente da ANJE.

Tópicos:

ANJE, ANJE Adelino, Infraspeak, PricewaterhouseCoopers, ScaleUp Award Tech,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Em Cuba, os Castro passam o testemunho do poder, que mantiveram durante quase 60 anos.

    Porto Santo tem em curso um projeto para se transformar na primeira ilha do planeta livre de combustíveis fósseis.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.