Volkswagen paga 2,8 mil milhões de dólares nos EUA por emissões poluentes

| Economia

A VW terá ainda de pagar 1,5 mil milhões de dólares por importação e venda nos Estados Unidos de veículos manipulados e por fraude aduaneira
|

O fabricante automóvel alemão Volkswagen (VW) foi condenado a pagar 2,8 mil milhões de dólares (2,6 mil milhões de euros) nos Estados Unidos pela manipulação de emissões poluentes nos veículos com motores `diesel`.

A sentença foi divulgada hoje pelo juiz Sean Cox, depois de a Volkswagen e o Departamento de Justiça norte-americano terem mantido negociações que culminaram num acordo que já previa esta sanção.

No início de março, o construtor automóvel declarou-se culpado, num tribunal de Detroit, de conspirar para defraudar milhares de pessoas nos Estados Unidos com a manipulação das emissões poluentes nos veículos com motores `diesel`.

A declaração de culpabilidade da VW fazia parte do acordo que o grupo alemão alcançou em janeiro com as autoridades norte-americanas para resolver o caso que afetou quase 600 mil veículos com um dispositivo para manipular as emissões poluentes realmente produzidas.

A VW terá ainda de pagar 1,5 mil milhões de dólares (1,4 mil milhões de euros) por importação e venda nos Estados Unidos de veículos manipulados e por fraude aduaneira.

A informação mais vista

+ Em Foco

Em entrevista à Antena 1, o Presidente da República diz que o crescimento da economia é o que mais o preocupa agora.

A RTP agrupa as sondagens disponíveis e traça as tendências do eleitorado para a derradeira votação da eleição presidencial francesa.

    Francisco será o quarto papa a visitar Fátima, a 12 e 13 de maio. Um visita marcada também pela canonização dos pastorinhos Jacinta e Francisco, no centenário das "aparições" na Cova da Iria.

      A Associação Adeptos dos Sonhos canalizava 90% do dinheiro recolhido em ações de caridade para uma empresa do namorado da presidente.