Rui Rio: "Obviamente que 20% era muito mau"

por Antena 1

Foto: Antena 1

Todas as lideranças partidárias se jogam em eleições e Rui Rio, presidente do PSD, não será exceção. Em entrevista à Antena1 diz “obviamente que 20% era muito mau” e vaticina: “Se o PSD tivesse um resultado baixíssimo, o que é que uma pessoa fica lá a fazer?”.


Rui Rio diz que se candidata para ser Primeiro-ministro, não o move fazer carreira politica como deputado, não entende isso como menosprezo pelo Parlamento. Se for eleito, tomará posse, mas se cumpre ou não o mandato, “isso depois eu vejo…”

O presidente do PSD afirma que a “oposição interna não está calada”, mas sente que tem o partido, os militantes e o grosso das estruturas consigo: “A esmagadora maioria está empenhada em que o PSD tenha um bom resultado”.

Rui Rio já o disse: o PSD nunca fará uma “geringonça” porque entende que o termo representa um acordo forçado só para sustentar um governo, mas considera “natural” a formação de uma “coligação estratégica pelo interesse do país” com o CDS. “Será fácil por diversas razões, de cultura política de história, etc”, justifica. Já com outros partidos da direita: “aí temos de pensar duas vezes, depende de muitos fatores”.

E pelo interesse nacional, para viabilizar reformas, o presidente do PSD garante estar disponível para acordos com todos: “tem que ser com o PS, mas porque é que não há de ser também com o PCP, o Bloco e até o PAN?”. E questionado se isto é bem visto pelo eleitorado do PSD, Rui Rio responde: “pelo eleitorado do PSD, sim. Agora pela massa associativa do PSD talvez não, mas eu não olho para a política com se olha para os clubes de futebol”.

Rui Rio aponta como falhanços do PS, as Finanças Públicas com Sócrates e os serviços públicos com Costa; elege as reformas do sistema político, da justiça e da segurança social como estruturantes; explica que não quer um TGV mas apenas um comboio de alta velocidade, a admite que não conseguiria viver com 700 euros, a sua proposta para o aumento do Salário Mínimo Nacional até 2023.

Pode ver aqui na íntegra esta entrevista de Natália Carvalho a Rui Rio: