BE critica lucros de grandes económicos enquanto "salários são consumidos"

por RTP

Na primeira intervenção do Bloco de Esquerda, Mariana Mortágua criticou o Governo pelas prioridades do Orçamento, quando há lucros de grandes grupos económicos e salários "consumidos" pelos aumentos dos preços na alimentação, combustíveis ou habitação.

“O debate está tão centrado no imposto que subiu que ninguém deu pelo imposto que sumiu”, começou Mariana Mortágua. “O mesmo Governo que tem tentado convencer-nos que a penalização fiscal dos carros antigos é prioridade ambiental, acabou de fazer sumir um imposto sobre os lucros excessivos da Galp”.

“Tanta determinação deste Governo para aumentar a IUC dos carros velhos, tão pouca para defender mínimos de justiça fiscal e de justiça ambiental”, criticou a bloquista.

“Estranha crise esta, em que os grandes grupos económicos continuam a enriquecer à medida que o salário vai sendo consumido pelo aumento dos preços da alimentação, dos combustíveis, na habitação. Precisamente naqueles setores em que os lucros vão aumentando”.

Mas para Mortágua, os lucros na Banca é que são “o mais escandaloso”.
pub