Israel alarga ofensiva a caminho do sul da Faixa de Gaza

por RTP

As Forças de Defesa de Israel, IDF na sigla em inglês, retomaram a sua ofensiva há dois dias, logo depois do Hamas ter posto fim ao acordo de cessar-fogo ao não libertar novos reféns.

Fontes militares israelitas dizem ter atingido centenas de alvos do Hamas em todo o enclave de Gaza, através de bombardeamentos aéreos, das forças navais e de artilharia.

O exército visa reforçar a sua presença na zona sul da Faixa de Gaza, no primeiro avanço terrestre em direção ao Rio de Gaza, que divide as regiões norte e sul do enclave.

O foco do conflito mantém-se contudo a norte, particularmente nas zonas que as IDF ainda não controlam totalmente, incluindo Jabalya, Zeitun e Shejaiyeh.

Cerca de 800 poços de entrada em túneis foram descobertos até agora, referem as mesmas fontes, tendo sido destruídos meio milhar deles.

Mais de 10.000 bombardeamentos foram efetuados pelas IDF contra Gaza. 

A agência noticiosa Associated Press afirma que as IDF ordenaram a alguns residentes de Khan Younis e áreas circundantes para abandonarem a área, que foi fortemente bombardeada depois, sábado à noite.
pub