Netanyahu. Guerra irá prosseguir "até todos os nossos objetivos serem atingidos"

por RTP

O primeiro-ministro de Israel respondeu ao ultimato do Hamas, de que não haveria nova entrega de reféns israelitas até a guerra terminar. 

Bejamin Netanyahu afirmou que o avanço militar em Gaza iria continuar "até todos os nossos objetivos serem atingidos", nomeadamente impossibilitar o Hamas de voltar a atacar Israel e a destruição de um sistema de túneis construído sob os bairros do enclave, onde os combatentes do grupo manterão arsenais e refúgio, de acordo com vídeos recém-publicados pelas forças militares de Israel. O outro obejetivo seria o regresso de todos os reféns.

Depois de dominar o norte do enclave através de semanas de bombardeamentos e de iniciar a ocupação terrestre, empurrando milhares de pessoas para o sul, Israel retomou esta sexta-feira os ataques, depois de uma trégua de sete dias que permitiu a entrega de reféns do Hamas, raptados numa operação terrorista a 7 de outubro, por prisioneiros palestinianos detidos em Israel. 

As Forças de Defesa de Israel visam agora o sul da Faixa de Gaza e avisaram as populações ali refugiadas de que devem abandonar varias localidades, mas os combates entre a infantaria israelita e os combatentes do Hamas mantêm-se localizados a norte.
pub