Ponto de situação

por RTP

  • A trégua entre Israel e o movimento islamita palestiniano Hamas expirou na manhã de sexta-feira, tendo os combates recomeçado na Faixa de Gaza de imediato. na altura, o exército israelita acusou o Hamas de ter quebrado o cessar-fogo e anunciou a retoma da ofensiva, minutos depois de ter terminado a trégua temporária estabelecida a 24 de novembro;
  • Este sábado, o Hamas indicou que 240 pessoas morreram na Faixa de Gaza desde o fim da trégua e que outras 650 pessoas ficaram feridas na sequência de "centenas de ataques aéreos, de artilharia e bombardeamentos navais";
  • Na sexta-feira à noite, a milícia Jihad Islâmica Palestiniana (JIP) reivindicou várias séries de ‘rockets’ lançadas sobre o centro e o sul do território israelita, onde as sirenes antiaéreas continuavam a soar à noite, intercaladas com fortes estrondos;
  • O Egito garante que mantém "contactos urgentes" com Israel e com o grupo islamita Hamas, em coordenação com o Qatar, para restabelecer a trégua humanitária.
pub