Grande Reportagem Antena1: "Teremos sempre Paris”

| Grande Reportagem
Grande Reportagem Antena1: Teremos sempre Paris”

Foto: Ensina.rtp.pt

Relembramos o sonho de uma revolução que, em Maio de 1968, levou os estudantes para as ruas de Paris e contaminou os operários franceses.

1968 foi um ano de revoltas e de sonhos, um pouco por todo o mundo, mas foi também um ano de desilusões.

Sem que ninguém estivesse à espera, a 3 de Maio de 1968, os estudantes de Paris iniciaram uma onda de protestos e gritaram por reformas no sector da educação. O movimento cresceu e contaminou a classe operária, de tal forma que a 13 de Maio 10 milhões de pessoas protagonizaram a maior greve geral de França e da Europa.

Para a história ficaram os slogans escritos em paredes, muros e cartazes. A revolta estudantil abanou o governo de Charles de Gaulle, mas não o derrubou e o sonho arrefeceu.

Meio século depois, o que foi e o que fica do Maio de 68?
É o que ouvimos Grande Reportagem de Mário Rui Cardoso - "Teremos Sempre Paris".

A informação mais vista

+ Em Foco

Ocupou durante 60 anos vários cargos nas Nações Unidas e viria a deixar a sua marca na história da organização. Kofi Annan morreu em Berna aos 80 anos.

Quem pensa que a “Guerra das Estrelas” é apenas o título de uma saga de ficção científica não está a par do que Estados Unidos e Rússia estão a engendrar.

Uma semana após a extinção do incêndio de Monchique, a televisão pública esteve no barlavento algarvio com uma emissão especial sobre o cíclico flagelo dos incêndios e as alterações climáticas.

    Fãs de Aretha Franklin homenagearam a icónica cantora norte-americana em várias cidades dos Estados Unidos. A rainha da Soul morreu na manhã de quinta-feira na sua casa em Detroit.