Após inundações. Aumentam os casos de hepatite e tétano no Brasil

por RTP

Os primeiros resultados de um estudo, sobre o impacto das inundações na saúde da população no Rio Grande do Sul, apontam para o aumento de casos de hepatite A, tétano e leptospirose.

O estudo foi feito pela Fundação Fiocruz que alerta para o impacto da catástrofe na saúde mental dos mais de dois milhões e trezentos mil afetados.

A reportagem é do correspondente da RTP, Pedro Sá Guerra.
pub