Barack Obama classifica como "enorme" o acordo de Paris

| Mundo

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, considerou hoje "enorme" o primeiro acordo universal sobre a luta contra as alterações climáticas, hoje aprovado na conferência das Nações Unidas para o clima, em Paris.

"Isto é enorme: quase todos os países do mundo acabam de subscrever o acordo de Paris sobre alterações climáticas - graças à liderança norte-americana", disse Barack Obama na sua primeira reação à aprovação do documento, publicada na sua conta da rede social Twiter.

A Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP21) aprovou hoje um acordo global vinculativo em que 195 países, tanto desenvolvidos como em desenvolvimento, se comprometem a caminhar para uma economia de baixo carbono e tomarem medidas para limitarem o aquecimento global da atmosfera até 2100 a 1,5 graus celsius, em relação aos valores médios da era pré-industrial.

Tópicos:

Paris,

A informação mais vista

+ Em Foco

A Grécia agradeceu a Portugal a solidariedade do país pela disponibilidade de receber mil migrantes e refugiados, atualmente alojados em condições precárias naquele país.

A receita da venda desta madeira ultrapassará os 15 milhões de euros, que devem ser investidos na nova Mata do Rei.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.