Bruckner. Tribunal de Justiça da UE supera erro português e mantém suspeito preso

por RTP

O principal suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann vai continuar na prisão. O Tribunal de Justiça da União Europeia deu razão à justiça alemã e mantém Christian Brückner na cadeia por um crime de violação cometido em Portugal em 2005.

Em causa esteva uma falha das autoridades portuguesas que não deram autorização ao tribunal germânico para julgar o suspeito, depois de ter sido extraditado de Portugal para Alemanha em junho de 2017.
pub