Cai a acusação de violação contra Cristiano Ronaldo

| Mundo

Cai a acusação contra Cristiano Ronaldo
|

A procuradoria de Clark, em Las Vegas, anunciou esta segunda-feira que não vai acusar nem levar a julgamento Cristiano Ronaldo após a acusação de violação da norte-americana Kathryn Mayorga, por falta de provas.

"A procuradoria do condado de Clark anunciou hoje que não vai avançar com uma acusação de uma alegação de dez anos de violação contra Cristiano Ronaldo".


O comunicado explica que, apesar de reabertura da queixa de Kathryn Mayorga, de violação em 2009, e de uma nova investigação, a polícia não consegue provar as suspeitas levantadas pela norte-americana e que não haverá nem acusação, nem julgamento para o internacional português.


O gabinete do procurador lembrou que a queixa foi apresentada por Kathryn Mayorga a 13 de junho de 2009, mas que o nome do agressor não foi revelado na altura. A procuradoria lembra que esse mesmo facto não permitiu às autoridades fazer uma investigação.

"Sem conhecer a identidade do acusado ou a localização do crime, os detetives não tiveram a oportunidade de encontrar e juntar provas forenses vitais. Para além do mais, provas de vídeo, que mostravam as interações entre vítima e acusado antes e depois do alegado crime, foram perdidas".

No comunicado pode ler-se que houve um acordo entre as partes em 2010 e que nos oito anos seguintes não foram ouvidas notícias por parte da queixosa. "A investigação criminal foi terminada".

"Um pedido de acusação foi pedido à procuradoria no dia 8 de julho de 2019. Baseadas numa revisão da informação apresentada por esta altura, as alegações de violação contra Cristiano Ronaldo não podem ser provadas para além da dúvida razoável. Assim, não serão realizadas acusações".



Tópicos:

EUA, Mayorga, Ronaldo,

A informação mais vista

+ Em Foco

Milícias separatistas apoiadas e armadas pelos Emirados Árabes Unidos tomaram a capital do sul, reforçando a sua posição face aos antigos aliados sauditas.

    Dois anos depois do grande incêndio de Pedrógão, a floresta continua por ordenar e o Governo conta com pelo menos uma década para introduzir as mudanças necessárias.

      Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

        Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.