Confrontos no início de julgamento de caso de morte de migrantes na Grécia

por RTP

Foto: Renee Maltezou - Reuters

Na Grécia, houve confrontos entre a polícia e manifestantes no início do julgamento da morte de migrantes, num naufrágio, em junho do ano passado.

Nove egípcios, de cerca de 20 anos, estão acusados de vários crimes relacionados com o naufrágio do arrastão de pesca Adriana, que provocou mais de 80 mortos e cerca de 600 desaparecidos.

A manifestação à porta do tribunal contou com grupos internacionais de defesa dos Direitos Humanos. Dizem que os arguidos não estão a ter direito a um julgamento justo, uma vez que a investigação não está concluída e que a Guarda Costeira grega poderá também ter falhado a tentativa de salvamento.

Em tribunal, os alegados traficantes afirmaram a inocência. Caso sejam condenados, os homens arriscam prisão perpétua.
pub