Costa elogia candidatura do Porto à EMA e diz que Europa nem sempre escolhe bem

| Mundo

O primeiro-ministro elogiou hoje o percurso da candidatura do Porto para acolher a sede da Agência Europeia do Medicamento (EMA), apesar da derrota, e lamentou que a Europa nestes processos nem sempre faça as melhores escolhas.

António Costa falava em Tunes, em conferência de imprensa no final da 4ª Cimeira Luso-Tunisina, depois de confrontado com o facto de o Porto não ter passado à fase final do processo de escolha da cidade que vai receber a sede da EMA, que vai abandonar Londres com a saída do Reino Unido da União Europeia.

Após um empate na terceira volta da votação realizada hoje em Bruxelas, a cidade holandesa de Amesterdão foi a escolhida, ao bater Milão (Itália) por sorteio.

"Nem sempre a Europa faz as melhores escolhas. Mas, vamos continuar a trabalhar em conjunto para prosseguir o objetivo de promover o Porto na Europa e no mundo, assim como o Porto tem ajudado a promover Portugal na Europa e no mundo", declarou o primeiro-ministro, tendo ao seu lado o líder do executivo tunisino, Youssef Chahed.

Perante os jornalistas, António Costa referiu também que já teve "a oportunidade de felicitar o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, pelo resultado alcançado pela segunda cidade portuguesa na primeira volta do processo de candidatura à sede da EMA.

Essa primeira volta, segundo o chefe do Governo português, "confirmou que o Porto é um grande destino e uma grande cidade da Europa".

 

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 9 de abril de 1918, a ofensiva alemã varre a resistência portuguesa. O dossier que se segue lança um olhar sobre o antes, o durante e o depois.

    Quase seis décadas depois, a Presidência de Cuba deixou de estar nas mãos de um membro do clã Castro.

    Kim e Donald passaram do insulto à vontade mútua de fazer história. Bem-vindos à era das ilusões.

    Uma caricatura do mundo em que vivemos.