Francisco Guterres Lu-Olo é o novo Presidente de Timor-Leste

| Mundo

Francisco Guterres Lu-Olo foi apoiado pelas maiores forças políticas de Timor-Leste, Fretilin e CNRT
|

Francisco Guterres Lu-Olo foi eleito Presidente da República de Timor-Leste, confirmam dados dados do Secretariado de Administração Eleitoral. António da Conceição é o segundo candidato mais votado.

De acordo com o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE), quando estavam contados 90,09 por cento dos votos, Lu-Olo liderava o escrutínio com 262.147 votos, ou 57,42 por cento do total.

O segundo classificado, António da Conceição, recolhia 147.436 votos, ou 32,29 por cento do total, como conta o correspondente da Antena 1 em Timor-Leste, António Sampaio.


Para vencer, qualquer candidato teria de obter 50 por cento dos sufrágios válidos mais um. Ou seja, 261.289, uma fasquia já superada por Lu-Olo.

Num universo eleitoral de 743.150 pessoas, mesmo que a taxa de participação nas assembleias por apurar fosse de 100 por cento, estariam por contar 73.646 votos: menos do que aqueles de que António da Conceição precisaria para impedir Lu-Olo de se tornar Presidente.

Dirigentes do Partido Democrático, que apoiou o segundo candidato mais votado nas eleições presidenciais, António da Conceição, já felicitaram Francisco Guterres Lu-Olo pela vitória nas eleições de segunda-feira.

Francisco Guterres Lu-Olo conquista assim a eleição para a Presidência de Timor-Leste à terceira investida. Em 2007, perdera para Ramos Horta e, em 2012, para Taur Matan Ruak.
“Desta vez a vitória é minha”
Francisco Guterres Lu-Olo manifestou-se já feliz pela vitória, considerando determinante o apoio de Xanana Gusmão. O Presidente eleito comprometeu-se a pugnar pelo diálogo nacional.

“Desta vez a vitória é minha”, clamou Lu-Olo, em declarações à agência Lusa.

“Foi realmente decisivo esse apoio de Xanana Gusmão e do CNRT, mas posso dizer que muito mais decisivos foram os militantes e quadros da Fretilin que apoiaram a minha candidatura. Esses sim foram determinantes”, continuou.

Lu-Olo falava à agência noticiosa a partir da sede do Comité Central da Frente Revolucionária do Timor-Leste Independente (Fretilin), onde entretanto se concentraram centenas de militantes e simpatizantes do partido.

O Presidente eleito recebeu um telefonema do principal adversário, António da Conceição, ministro da Educação e secretário-geral do Partido Democrático, que o felicitou pela vitória “em seu nome e do partido”.

c/ Lusa

Tópicos:

Eleições, Francisco Guterres Lu-Olo, Presidenciais, Presidente, Timor-Leste,

A informação mais vista

+ Em Foco

No 20.º aniversário da Exposição Universal sobre os Oceanos, a Antena 1 e a RTP estiveram à conversa com alguns dos protagonistas do evento.

    Um dos mais conceituados politólogos sul-coreanos revelou à RTP o modo de pensar e agir de Pyongyang.

    Portugal foi oficialmente um país neutro na 2ª guerra Mundial. Mas isso não impediu que quase mil portugueses tivessem sido deportados, feitos prisioneiros ou escravos pelos nazis.

      Uma caricatura do mundo em que vivemos.