Guterres quer investigação a mortes de palestinianos que procuravam ajuda

por Antena 1

Foto: Mohammed Saber - EPA

O secretário-geral das Nações Unidas quer que se investigue as mortes de mais de 100 palestinianos em Gaza, quando tentavam chegar aos camiões que levavam ajuda humanitária.

De acordo com as autoridades da região controlada pelo Hamas, o massacre ocorreu sem justificação. Atribuem responsabilidades a Israel, que desmente.

António Guterres pede que haja uma investigação independente ao que aconteceu, para apurar responsabilidades, e fala num conflito sem precedentes.

Declarações à chegada à cimeira da CELAC - Comunidade de Estados Latino-Americanos e das Caraíbas.

O ministro português dos Negócios Estrangeiros diz que está profundamente chocado com a situação.

Em mensagem publicada nas redes sociais, João Gomes Cravinho lembra que os civis e as operações humanitárias devem estar garantidos ao abrigo do Direito Internacional humanitário.

O chefe da diplomacia portuguesa reforça o apelo a um cessar-fogo urgente e imediato.
pub