Hong Kong. Milhares de manifestantes querem demissão da chefe de Governo

| Mundo
Hong Kong. Milhares de manifestantes querem demissão da chefe de Governo

Foto: Tyrone Siu - Reuters

Centenas de milhares de manifestantes enchem as ruas de Hong Kong em protesto. Na terceira grande manifestação da última semana, os milhares de pessoas apelam à demissão da chefe de Governo e em defesa da liberdade de expressão.

Em Hong Kong, milhares de pessoas voltam a manifestar-se nas ruas da cidade, um dia depois do Governo anunciar que ia recuar quanto à extradição de presos para a China Continental.

É um protesto também em nome da Liberdade de Expressão, dizem os organizadores, uma vez que os manifestantes temem uma possível detenção em massa sob a acusação de participação num motim – crime que pode ser punido com uma pena de até dez nos de prisão.

Vários responsáveis pelos protestos organizados disseram, numa conferência de imprensa, que receiam que as autoridades imponham o “terror” das detenções.

Nos confrontos da passada quarta-feira, durante um protesto, foram detidas 11 pessoas sob a acusação de crimes como o de participação num motim.

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi há 50 anos que o Homem partiu para a Lua. De Cabo Canaveral, nos EUA, seguiram três astronautas para colocar os nomes na história da humanidade.

Ouvido pela RTP, o artista chinês mostra-se convicto de que Hong Kong e Macau não serão, no futuro, controlados pela China.

Começa a legislatura do Parlamento Europeu saído das últimas eleições. Conheça aqui os eurodeputados portugueses e as suas prioridades.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.