Jerusalém. EUA decidem por "razões de política interna"

| Mundo
Jerusalém. EUA decidem por razões de política interna

A ver: Jerusalém. EUA decidem por "razões de política interna"

Os EUA reconheceram Jerusalém como capital de Israel. O professor Luís Menezes Leitão alerta que esta decisão pode por em causa o processo de paz. Menezes Leitão considera que a Administração Trump avançou com esta medida por motivos de política interna.

A informação mais vista

+ Em Foco

A Festa dos Tabuleiros regressa às ruas da cidade de Tomar. Um longo desfile em que 750 tabuleiros são transportados por mulheres.

    Os líderes europeus não chegaram a acordo sobre quem deve liderar a União nos próximos cinco anos.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.