Missa homenageia vítimas de ataque terrorista em Oslo

por RTP

As vítimas do ataque deste sábado, em Oslo, na Noruega, foram homenageadas numa Missa na Catredal da capital norueguesa.

Duas pessoas morreram e 22 ficaram feridas ao serem atingidas a tiro por um homem de 42 anos.

Dez dos feridos estão em estado grave.

O ataque foi considerado um crime de ódio contra a comunidade LGBT .

As autoridades norueguesas consideram o ataque, numa zona de bares frequentados pela comunidade homossexual, como um ato terrorista de inspiração islâmica radical.

Participaram na homenagem às vítimas, elementos do Governo e uma a princesa Matte-Marit, em representação da família real.

O suspeito, detido 19 minutos após os primeiros disparos, é um norueguês com origens iranianas, referenciado pela polícia devido ao perigo de radicalização.

Os serviços secretos revelam que o homem também sofria de distúrbios mentais.
pub