Muitos ucranianos já deixaram Portugal para voltar a casa

por Oriana Barcelos - Antena 1

Yara Nardi - Reuters

O presidente da Associação de Ucranianos em Portugal, Paulo Sadoka, disse à Antena 1 que muitas famílias já regressaram à Ucrânia porque perceberam que o conflito não iria destruir o país todo e que têm sido poucos os pedidos para viver em Portugal.

Paulo Sudoka disse que nesta altura o conflito já não limita tanto as pessoas que querem passar o natal junto das famílias na Ucrânia.

O presidente da Associação de Ucranianos em Portugal sublinhou que os combates continuam na Ucrânia apesar do conflito não ter tido muita expressão na comunicação social nos últimos tempos.


pub