Obelisco coberto por preservativo cor-de-rosa, em Buenos Aires

por Agência LUSA
EPA

O obelisco do centro de Buenos Aires foi totalmente coberto por um enorme preservativo cor-de- rosa, a propósito do Dia Internacional contra a Sida.

O secretário da Saúde do governo da capital argentina, Donato Spaccavent, explicou a iniciativa pela necessidade de «não baixar a guarda» face à ameaça da sida, que aflige 120 mil pessoas no país, e acusou os detractores da iniciativa de "hipocrisia".

pub