Papa expulsa cardeal norte-americano da Igreja por acusações de abusos sexuais

| Mundo

McCarrick, de 88 anos, é um dos sacerdotes envolvidos no escândalo de pedofilia da Igreja nos EUA
|

Pela primeira vez na história da Igreja católica, o Papa remeteu ao estado laico um cardeal. O até agora cardeal Theodore McCarrick, acusado de abuso sexual sobre pelo menos um menor, deixa assim de pertencer à Igreja.

O Papa Francisco reconhece, deste modo, como definitiva a sentença da Congregação da Doutrina da Fé. A decisão do Sumo Pontífice foi este sábado conhecida por comunicado do Vaticano.

McCarrick, de 88 anos, é um dos sacerdotes envolvidos no escândalo de pedofilia da Igreja nos Estados Unidos e tinha já apelado a que a decisão sobre o seu caso fosse reconsiderada. Agora que foi confirmada a expulsão, o Papa Francisco esclareceu que nenhum recurso adicional será permitido.

O ex-cardeal tinha já respondido publicamente apenas a uma das acusações, declarando que não possuía “qualquer memória” acerca do caso de alegado abuso sexual sobre um rapaz de 16 anos, que terá acontecido há mais de 50 anos.

Na próxima semana, as principais figuras da Igreja católica vão reunir-se no Vaticano para discutir a crise de abusos sexuais a nível que se tem verificado a nível global.

Tópicos:

Abusos, Igreja, Mccarrick, Papa,

A informação mais vista

+ Em Foco

A ONU alerta para um ano de grande instabilidade e de necessidades maiores por parte da população civil.

Os dias estão mais quentes e não é por causa do advento da primavera. A razão está identificada - as alterações climáticas fazem-se sentir em todo o planeta e as consequências espelham-se em fenómenos extremos.

Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

    Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.