Partido de Xanana Gusmão decide candidatura à presidência de Timor-Leste

por Lusa
Partido de Xanana Gusmão vai decidir candidatura à presidência de Timor-Leste D.R.-António Cruz

O Congresso Nacional da Reconstrução Timorense (CNRT) de Xanana Gusmão reúne-se em conferência nacional esta semana para debater a candidatura que o partido apoiará nas eleições presidenciais de 19 de março.

Em causa está o debate sobre os critérios que têm que ser cumpridos pelo candidato a apoiar pelo partido e o nome desse candidato presidencial: "A conferência nacional vai reunir-se no sábado para debater estas questões e escolher o candidato que será apoiado pelo partido", confirmaram à Lusa fontes oficiais da Comissão Política Nacional (CPN) do partido.

A questão da candidatura presidencial tem sido debatida amplamente nas estruturas do CNRT, sendo um dos temas na agenda das dezenas de conferências subnacionais do CNRT que decorreram até outubro do ano passado.

O debate é marcado pela possibilidade de o partido apoiar a candidatura de José Ramos-Horta, ex-presidente da República, e que nos últimos tempos apareceu várias vezes em eventos públicos, especialmente a nível regional, ao lado de Xanana Gusmão.

Essa possibilidade não é consensual, com muitos a questionarem o facto de o partido nunca ter apoiado um candidato dos seus quadros.

Um dos membros da CPN ouvidos pela Lusa explicou que desde que o CNRT foi criado em 2007 sempre apoiou candidatos que não são do partido "e que depois de eleitos nem sequer cumprem promessas e acordos".

"Respeitamos Xanana Gusmão como líder do partido, e ele tem a prorrogativa de dizer o 'sim' final, mas temos que internamente discutir isto e definir bem os critérios", sublinhou.

pub