Polícia italiana encontra míssil em operação contra grupos de extrema direita

| Mundo

O míssil recuperado pelas autoridades italianas
|

A polícia anti-terrorismo italiana encontrou e apreendeu um míssil ar-ar e várias outra armas sofisticadas numa operação que incidiu sobre grupos de extrema direita. Três pessoas foram detidas, duas delas numa zona próxima do aeroporto de Forli, no norte do país.

As autoridades apreenderam também propaganda neonazi.

A operação das autoridades italianas aconteceu em várias cidades, numa investigação que tinha como objetivo neutralizar as ligações destes grupos a forças separatistas ucranianas.

De acordo com a BBC, o míssel é de origem catari.

As buscas foram levadas a cabo por forças especiais de Turim e assistidas pela polícia de Milão, Varese, Forli e Novara.

Os detidos, de acordo com os media italianos, são Fabio Del Bergiolo, de 50, trabalhador alfandegário e ativista do partido de extrema direita Forza Nuova, Alessandro Monti, 42, cidadão suíço e um outro homem italiano.

A informação mais vista

+ Em Foco

A RTP ouviu os seis lideres partidários sobre temas que escapam aos programas políticos e que contribuem para definir o perfil dos candidatos.

    Uma sondagem da Universidade Católica aponta para o fim da hegemonia laranja na Madeira, apesar da vitória do PSD nas regionais (38%) do próximo domingo.

    Na semana em que se assinala o início da II Guerra Mundial, a RTP conta histórias de portugueses envolvidos diretamente no conflito.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.