Portugal vai enviar equipa para entrevistar e receber migrantes do Open Arms

por Alexandre Brito - RTP
Guglielmo Mangiapane - Reuters

Cinco países europeus vão receber os migrantes que depois de 19 dias sem autorização para aportar em território italiano puderam desembarcar na última noite na ilha de Lampedusa. Portugal será um desses países, confirmou esta manhã a porta-voz da Comissão Europeia.

Portugal, Espanha, França, Alemanha e Luxemburgo são os países que vão receber os migrantes que desembarcaram na noite passada na ilha de Lampedusa.

De acordo com a porta-voz da Comissão Europeia, estes países vão enviar equipas para registar e entrevistar os migrantes de forma a que, posteriormente, sejam recebidos.

O processo de recolocação vai por isso, adiantou a porta-voz Tover Ernst, demorar mais do que "alguns dias".

"A Comissão irá dar todo o apoio e ajuda de forma a assegurar que os procedimentos decorram tão rápido como possível", acrescentou.

Num comunicado de 15 de agosto, o Ministério da Administração Interna tinha já anunciado a disponibilidade para receber até 10 dos migrantes a bordo do Open Arms "num gesto de solidariedade humanitária e de desejo comum de fornecer soluções europeias para a questão da migração e das tragédias humanas que se verificam no Mediterrâneo".
Tópicos
pub