PR guineense visita Portugal com encontros políticos e empresariais na agenda

por Lusa

O Presidente da Guiné-Bissau, Umaro Sissoco Embaló, vai reunir-se na sexta-feira em Lisboa com empresas portuguesas, no âmbito da visita oficial de dois dias a Portugal, em que será recebido pelo Presidente e pelo primeiro-ministro.

Umaro Sissoco Embaló viajou hoje para Portugal para a primeira visita oficial que faz a um país da Europa desde que tomou posse como chefe de Estado da Guiné-Bissau, em fevereiro.

O programa da visita, divulgado hoje pela Presidência portuguesa, tem início na quinta-feira, com um encontro entre Umaro Sissoco Embaló e o homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, seguido de um almoço no Palácio de Belém.

Durante a tarde de quinta-feira, o Presidente guineense é recebido na Assembleia da República e tem previsto também um encontro com o primeiro-ministro, António Costa.

Na sexta-feira, Umaro Sissoco Embaló participa, com o secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, e o presidente do conselho de administração da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Luís Castro Henriques, numa mesa-redonda com empresas portuguesas, um encontro que vai decorrer no Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Umaro Sissoco Embaló visita no mesmo dia a sede da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), onde vai realizar-se uma sessão solene com todos os representantes dos Estados-membros da organização.

Em declarações hoje aos jornalistas no aeroporto internacional Osvaldo Vieira, em Bissau, momentos antes de viajar para Lisboa, Umaro Sissoco Embaló salientou que Portugal é a porta de entrada e porta-voz da Guiné-Bissau na União Europeia.

O Presidente guineense tem defendido um novo paradigma para as relações político-diplomáticas do seu país, que passam necessariamente por uma diplomacia económica, que capte investimento para a Guiné-Bissau, considerado um dos países mais pobres do mundo.

A visita de Umaro Sissoco Embaló a Portugal ocorre depois de o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, ter realizado em setembro uma visita de trabalho à Guiné-Bissau.

Segundo a ministra dos Negócios Estrangeiros guineense, Susy Barbosa, o primeiro-ministro, António Costa, deverá realizar uma visita à Guiné-Bissau antes do final do ano.


Tópicos
pub