Quatro mortos. Grupo Estado Islâmico reivindica ataque à bomba nas Filipinas

por RTP

Foto: Reuters

Um ataque, com recurso a uma bomba, numa cerimónia cerimónia religiosa, no sul das Filipinas, matou quatro pessoas e fez dezenas de feridos.

O atentado aconteceu esta manhã em Marawi, durante uma
missa católica e foi já reivindicado pelo grupo Estado Islâmico.

Cinquenta jovens receberam tratamento hospitalar e há pelo menos nove vítimas em estado grave.

Em comunicado, o Presidente filipino, Ferdinand Marcos, condenou os atos "insensatos e particularmente hediondos perpetrados por terroristas estrangeiros".
pub