Relatório estabelece ponto de partida para nova política de coesão após 2027

por Andrea Neves, correspondente da Antena 1 em Bruxelas

Foto: Markus Spiske - Unsplash

É fundamental investir mais nas especificidades de cada região e nas pessoas que nelas vivem. É o que se pode ler no relatório sobre a reforma da política de coesão elaborado por um grupo de investigadores criado pela comissária com a pasta da Coesão e Reformas, Elisa Ferreira.

O relatório, apresentado em Bruxelas já a pensar na necessidade de adaptar a política de coesão ao alargamento da União Europeia, refere que é essencial envolver as pessoas e dar maior atenção às necessidades específicas de cada território.

A Antena 1 ouviu a comissária Elisa Ferreira e um dos investigadores portugueses que fez parte do grupo responsável pelo relatório.
pub