Rússia gostaria de ver "mulher da Europa de leste" como secretário-geral da ONU

por Fátima Marques Faria, Guilherme Terra

No entanto, a Rússia não cita nomes. Também afirma que o eleito deverá ser alguém popular nas Nações Unidas e que não está em campanha por nenhuma das candidatas do sexo feminino.

A próxima votação é já esta quarta-feira, desta vez já com a indicação de voto dos membros permanentes do Conselho de Segurança.
pub