Sexta às 9. CML tentou abafar caso do envio de dados pessoais de ativistas russos

por RTP

Foto: RTP

A Câmara de Lisboa tentou abafar o caso do polémico envio de dados pessoais de ativistas para as autoridades russas. O Sexta às 9 teve acesso à troca de emails sobre este caso, desde que a promotora do protesto descobriu, ainda em janeiro, que os dados de três ativistas tinham sido partilhados com a embaixada da Rússia.

O coordenador do gabinete de apoio à presidência, que partilhou os dados, não lhe respondeu e só em Março a questão chegou ao conhecimento do encarregado de proteção de dados da autarquia.

O caso foi resolvido internamente com um pedido de apagamento dos dados à embaixada da Rússia no final de abril.
pub