Sobe para 12 número de mortos em desabamento de mina na Venezuela

por Lusa
Siphiwe Sibeko - Reuters

As autoridades venezuelanas indicaram que subiu para 12 o número de mortos no desabamento de uma mina a céu aberto em Ikabarú, San José de Wadamapa, no estado de Bolívar.

"Está prevista a transferência de 12 corpos para Puerto Ordáz [cidade do estado de Bolívar]", indicou, no sábado, o vice-ministro do Sistema de Gestão de Risco e Proteção Civil (SNGR) venezuelano, major-general Carlos Pérez Ampueda, na rede social X [antigo Twitter].

O balanço anterior dava conta de 10 mortos e três feridos, na sequência do desabamento da mina, que teria ocorrido na quarta-feira, de acordo com as autoridades.

O responsável acrescentou que as Forças Armadas Bolivarianas da Venezuela e o SNGR, acompanhados pelo presidente da Câmara Municipal da Gran Sabana, Manuel Vallez, realizaram operações aéreas para entregar ajuda humanitária à comunidade indígena de Ikabarú.

"Foi feita a entrega de alimentos, medicamentos, material cirúrgico descartável, hidratação e utensílios domésticos", disse.

As equipas de socorro continuam ainda a procurar um número indeterminado de mineiros dados como desaparecidos.

Os três feridos, de nacionalidade brasileira, foram transportados para o Hospital Rosário Vera Zurita, perto da fronteira com o Brasil, indicaram.

Em novembro, uma pessoa ficou ferida na sequência do desabamento de uma mina de ouro na mesma localidade. Em junho, 13 mineiros morreram no desabamento da mina La Talavera, também no estado de Bolívar.

Tópicos
pub