Timor-Leste concede tolerância de ponto para "celebração conjunta"

por Lusa

O Governo de Timor-Leste aprovou hoje um voto de congratulação ao povo português pelos 50 anos da revolução de 25 de abril de 1974 e deliberou conceder tolerância de ponto para uma "celebração conjunta".

Considerando a "revolução dos cravos" como um "exemplo de reconquista pacífica da liberdade e da democracia", o Governo timorense recordou que o 25 de abril de 1974 "ajudou a consolidar as fundações para a independência de Timor-Leste".

"Foi o sonho da liberdade e democracia do povo português que permitiu a todo o povo timorense sonhar e acreditar que a liberdade, a democracia e a independência estavam próximas. Hoje, como em 1974, construímos os nossos futuros fraternalmente, em conjunto", refere, em comunicado, o executivo, liderado por Xanana Gusmão.

Neste sentido, o "Conselho de Ministros deliberou também conceder tolerância de ponto amanhã, dia 25 de abril, durante todo o dia", acrescenta o comunicado do Governo.

pub