Alegados traficantes vendem louro por haxixe a turistas

| País
Alegados traficantes vendem louro por haxixe a turistas

Foto: Saeed Ali Achakzai - Reuters

É um problema. Nos últimos anos a baixa de Lisboa tem sido o local escolhido por alegados traficantes que tentam vender aos turistas o que deveria ser haxixe, mas é apenas louro prensado.

As autoridades pouco podem fazer, porque louro não é droga e por isso vendê-lo não é crime. Quanto muito os traficantes enganadores arriscam uma contra-ordenação por venda ambulante sem licença.

Mas, como este negócio fraudulento está a dar mau nome a Lisboa, a PSP e a Junta de Freguesia de Santa Maria Maior estão a fazer ações de sensibilização e esta manhã houve mesmo uma manifestação dirigida sobretudo aos turistas.

A informação mais vista

+ Em Foco

Nas eleições primárias, alguns dos mais conceituados senadores democratas foram vencidos por candidatos mais jovens, progressistas e, alguns deles, socialistas.

    Em 1995, dois estudantes desenvolveram um motor de pesquisa. Dois anos depois, Andy Bechtolsheim passou um cheque no valor de 100 mil dólares. Nesse dia, fez-se história: a Google nasceu.

      A Austrália enfrenta a maior seca de que há memória, afetando agricultores e criação de gado.