Ambulâncias paradas: inaceitável, diz sindicato

por Nuno Rodrigues, Rosa Azevedo

O Sindicato dos Técnicos de Emergência pré-hospitalar considera inaceitável o problema que está a afetar quase metade das 20 ambulâncias compradas em abril para reforçar o serviço do INEM. Nove desses veículos de prestação de socorro de emergência estão parados devido a avaria, divulga hoje o Jornal de Notícias.

O presidente do sindicato, Pedro Moreira, ouvido pela Antena1, fala de uma situação "inaceitável" e revela que, nesta altura, o socorro do INEM está a ser prestado com recurso a veículos antigos, alguns com mais de 600 mil quilómetros percorridos.

O Instituto Nacional de Emergência Médica reconhece o problema e garante que todas as novas ambulâncias vão ser inspecionadas.