Em direto
Euro2024. Acompanhe aqui, ao minuto, o encontro do Grupo C entre Eslovénia e Dinamarca

Ana Catarina Mendes acredita que é necessário "dar tempo à AIMA"

por Antena 1

Foto: Miguel A. Lopes - Lusa

É preciso dar tempo à AIMA, na opinião de Ana Catarina Mendes, responsável por substituir o SEF pela Agência para a AItegração, Migrações e Asilo. Na sexta-feira numa entrevista à SIC Notícias, a antiga ministra-adjunta e dos Assuntos Parlamentares admitiu dificuldades no arranque da agência, mas diz que este ano serve para as pendências ficarem resolvidas.

Passaram do SEF para a AIMA 400 mil processos pendentes, revelou a antiga ministra. Sabe-se agora que muitas pessoas foram contactadas para pagar uma taxa até 400 euros para concluir processos de regularização. Uma medida que tem gerado polémica.

Ana Catarina Mendes diz que é altura de contribuir para solução e não apontar o dedo.

Segundo a ex-ministra, o objetivo foi fazer o possível para regularizar os migrantes em Portugal.
pub