Cabeleireiros, esteticistas e manicures optam pelo domicílio

por Antena 1

Reuters

A reabertura dos cabeleireiros, esteticistas ou manicures poderá voltar a ficar adiada.

A atividade está proibida pelo atual estado de emergência, mas basta procurar na internet e é fácil encontrar anúncios destes serviços ao domicílio.

Muitos profissionais furam a lei em vigor e fazem visitas a casa dos clientes para prestar diversos serviços.

A Associação Portuguesa de Barbearias, Cabeleireiros e Institutos de Beleza fala de um ato de desespero e pede ao Governo novas regras de acesso a subsídios, mas também que a actividade seja retomada o mais depressa possível.

Jornalista Marta Pacheco.
pub