Cardeais portugueses no Vaticano acompanham Papa na visita a Fátima

| País

A chegada ao estádio de Fátima está prevista para as 17h15 de 12 de maio
|

Ao que a RTP apurou, o Papa Francisco convidou os cardeais Saraiva Martins e Manuel Monteiro de Castro para fazerem com ele a peregrinação a Portugal, nos dia 12 e 13 de maio, por ocasião do centenário das aparições.

Natural da Guarda, o cardeal Saraiva Martins, com 85 anos, continua a residir no Vaticano, onde é prefeito emérito da Congregação das Causas dos Santos.

Já Manuel Monteiro de Castro, natural de Guimarães, com 78 anos e ainda com direito de voto no Conclave, é Penitenciário-mor emérito do Supremo Tribunal da Penitenciária Apostólica.

Os dois cardeais vão integrar a comitiva que, segundo o programa oficial revelado esta segunda-feira, chega à base aérea de Monte Real às 16h20 do dia 12 de maio. É aqui que Francisco tem um encontro privado com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.
Percurso em viatura aberta

A chegada ao estádio de Fátima está prevista para as 17h15. O percurso até à Capelinha das Aparições, onde chega às 18h15, é feito em viatura aberta.

Às 21h30 o Papa dirige uma saudação aos peregrinos aquando da bênção das velas.

No dia 13 encontra-se com o primeiro-ministro, António Costa, e depois visita a Basílica de Nossa Senhora de Fátima, onde estão sepultados os pastorinhos.

Segue-se a Missa da Peregrinação internacional aniversária de Maio, às 10h00, com a homilia do Papa.

O almoço é feito com os bispos antes da despedida na base aérea de Monte Real às 14h45 de dia 13.

Tópicos:

Cardeais, Francisco, Fátima, Papa, Portugueses, Visita,

A informação mais vista

+ Em Foco

Houve aldeias ceifadas e vidas destruídas. O medo viveu ao lado de histórias de heroísmo. Contamos as estórias que agora preenchem dezenas de aldeias esquecidas, muitas pintadas a cinza.

    O incêndio de Pedrógão Grande provocou a morte de 64 pessoas e deixou mais de 200 pessoas feridas. Revisitamos os últimos dias com fotografias e imagens aéreas captadas com recurso a um drone.

      É uma tragédia sem precedentes que vai marcar para sempre o país. O incêndio de Pedrógão Grande fez 64 mortos mais de duas centenas de feridos. Há dezenas de deslocados.

      Por que razão não voltou o Homem ao satélite natural da Terra desde a década de 70 do século XX? Uma das explicações pode estar na poeira que cobre a superfície da Lua.