Centenas de cirurgias adiadas devido à greve dos enfermeiros

| País
Centenas de cirurgias adiadas devido à greve dos enfermeiros

Foto: Reuters

Os administradores hospitalares estão a avançar que há várias centenas de cirurgias adiadas desde segunda-feira. O motivo deve-se à greve dos enfermeiros.

Alexandre Lourenço, presidente da Associação dos Administradores Hospitalares, assume que está preocupado com os impactos do protesto e avisa que vai ser preciso muito tempo para recuperar.

O presidente da associação garante ainda que não foram marcadas faltas aos enfermeiros, até porque a lei não o permite.

Os administradores hospitalares apontam para uma participação na greve entre os 30 e os 60 por cento, bastante abaixo das estimativas avançadas pelos sindicatos que convocaram o protesto.

A informação mais vista

+ Em Foco

Os portugueses escolhem os seus representantes locais a 1 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as eleições Autárquicas.

    A Alemanha foi a votos com uma economia próspera. O reverso da medalha é a degradação de condições sociais para uma parte significativa da população.

      Com muito ou pouco orçamento, o mínimo que se exige é que as Forças Armadas saibam tomar conta de si.

      O ímpeto independentista ganhou força, motivado pela crise e pelas divergências em relação ao Estatuto da Autonomia da Catalunha.