Centenas de cirurgias adiadas devido à greve dos enfermeiros

| País
Centenas de cirurgias adiadas devido à greve dos enfermeiros

Foto: Reuters

Os administradores hospitalares estão a avançar que há várias centenas de cirurgias adiadas desde segunda-feira. O motivo deve-se à greve dos enfermeiros.

Alexandre Lourenço, presidente da Associação dos Administradores Hospitalares, assume que está preocupado com os impactos do protesto e avisa que vai ser preciso muito tempo para recuperar.

O presidente da associação garante ainda que não foram marcadas faltas aos enfermeiros, até porque a lei não o permite.

Os administradores hospitalares apontam para uma participação na greve entre os 30 e os 60 por cento, bastante abaixo das estimativas avançadas pelos sindicatos que convocaram o protesto.

A informação mais vista

+ Em Foco

Foi considerado o “pior dia do ano” em termos de fogos florestais, com a Proteção Civil a registar 443 ocorrências. Morreram 45 pessoas. Perto de 70 ficaram feridas. Passou um mês desde o 15 de outubro.

    Todos os anos as praias portuguesas são utilizadas por milhões de pessoas de diferentes nacionalidades e a relação ambiental com estes espaços não é a mais correta.

      Doze meses depois da eleição presidencial de 8 de novembro de 2016, com Donald Trump ao leme da Casa Branca, os Estados Unidos mudaram. E o mundo afigura-se agora mais perigoso.

        Uma caricatura do mundo em que vivemos.