"Copos e mulheres". Governo português confronta pessoalmente Dijsselbloem

por RTP

O secretário de Estado Adjunto e das Finanças disse pessoalmente a Jeroen Dijsselbloem que as suas declarações em relação a Portugal foram chocantes. O secretário de Estado está a representar Mário Centeno em Malta e falou pessoalmente com o presidente do Eurogrupo.

Mourinho Félix pediu explicações ao também ministro holandês das Finanças por causa das declarações sobre álcool, mulheres e os países do sul, ainda que o tema não esteja na agenda oficial da reunião.

Dijsselbloem já lamentou publicamente que as declarações feitas tenham ofendido alguém, justificando que não se dirigiam aos países do sul e que não tinha a intenção de ofender. No entanto, não retirou as suas declarações.

Na conversa desta sexta-feira com Mourinho Félix, o Presidente do Eurogrupo responde que a reação de Portugal "também foi chocante".

"Não lhe vou exigir um pedido de desculpa", acrescentou Dijsselbloem, explicando no entanto que diria alguma coisa sobre o assunto.
pub