Denúncia de violência policial no bairro da Jamaika

| País

|

A Antena 1 teve acesso a um vídeo com imagens de alegada violência policial no Bairro da Jamaika, este domingo, no Seixal. Os moradores queixam-se de agressões, sem que tal se justificasse, por parte da PSP.

A redação já confrontou a Direção Nacional da Polícia com estas acusações e também com as imagens. A PSP confirma ter sido chamada ao local e garante que respondeu a arremesso de pedras, prometendo para breve um comunicado relativo a esta situação.

Entretanto, a Antena 1 está a tentar contactar o Ministério da Administração Interna.

Um morador foi detido e um dos polícias ficou ferido na cara e está hospitalizado.


Em declarações à Antena 1, Vanuza Cosh, moradora do bairro da Jamaika, refere que houve uso excessivo de força por parte das autoridades e que não houve arremesso de pedras contra os agentes da polícia.

O Bairro da Jamaika é um dos maiores núcleos de habitação precária no país. Há cerca de um mês foram realojadas 64 famílias de um dos lotes. Até final de 2022, serão mais 170 as famílias a sair deste bairro.

Tópicos:

Agressão, Polícia, Seixal, Jamaika,

A informação mais vista

+ Em Foco

Em 7 de outubro de 1944, os trabalhadores forçados do Sonderkommando de Auschwitz-Birkenau atacaram os guardas da SS.

Estamos em plena campanha para as Legislativas. Não queremos aqui influenciar o seu voto, mas tratar as dúvidas que nos apareceram a nós e que podem também ser as suas.

    Os portugueses escolhem os seus representantes a 6 de outubro. Acompanhe aqui a campanha, os debates e toda a informação sobre as Eleições Legislativas.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.