Enfermeiros em protesto contra congelamento de progressão de carreiras

por RTP

Os enfermeiros estão esta quarta-feira em greve contra o congelamento da progressão na carreira e o não reconhecimento do grau de especialistas.

Um problema que, segundo o sindicato, gera penalizações de 200 a 400 euros por mês.

O Governo passou o salário base de 1021 para 1200 euros, mas o sindicato garante que as remunerações não estão a contemplar os anos de serviço.

O problema afeta 16 mil profissionais, principalmente nos centros de saúde.

Hoje os enfermeiros manifestaram-se em frente à Administração Regional de Saúde do Norte, que acusam de violar a lei e prejudicar diretamente 2800 enfermeiros.
pub